Procon Aracaju realiza pesquisa de preços dos cortes de carne

Com o objetivo de monitorar o mercado e oferecer uma referência de preços aos consumidores, o Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), órgão que integra a Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), realizou a pesquisa comparativa de preços dos cortes de carne, na capital. O levantamento realizado nos dias 13 e 14 de maio contempla 34 itens, divididos em cinco segmentos.

Foram verificados os valores aplicados para 16 cortes de carne bovina, entre eles a picanha, com variação de R$53,00 a R$79,90, por quilo. A alcatra foi localizada com menor preço de R$ 34,99 e maior preço de R$42,99, enquanto o acém com osso aparece com valores entre R$16,99 e R$19,99, o quilo.

No segmento de carne suína, seis itens foram verificados, entre os quais a bisteca, com preços entre R$16,99 e R$37,90. A costela apresenta menor preço de R$19,99 e maior preço de R$37,90. Já o lombo consta com preços entre R$25,99 e R$39,90.

O peito de frango aparece no levantamento com menor preço de R$15,90 e maior preço de R$23,90. A coxa de frango aparece na tabela com preços de R$10,99 a R$16,99. Outros seis tipos de cortes de frango também podem ser consultados na pesquisa realizada pelo Procon Aracaju.

A coordenadora do órgão municipal de proteção ao consumidor, Carolinne Bongiovani, ressalta que os preços foram coletados em sete estabelecimentos comerciais. “Essa é uma ação realizada sistematicamente para monitoramento do mercado e para estimular o hábito da pesquisa nos consumidores, incentivando práticas de consumo consciente”, salientou.

Confira aqui a tabela completa.

Atendimento

Para sanar dúvidas ou registrar denúncias, os consumidores podem entrar em contato com o órgão através do SAC 151 e o telefone 3179-6040, de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. Para o envio de solicitações, também é disponibilizado o e-mail procon@aracaju.se.gov.br.

Para reclamações de forma presencial, na sede do órgão, o consumidor deve agendar o atendimento de forma antecipada no site agendamento.procon.aracaju.se.gov.br ou pelos canais telefônicos.

Registro online

Na plataforma AjuInteligente, disponível no site da Prefeitura de Aracaju, o cidadão pode acessar o novo serviço online ‘Defesa do Consumidor’, no qual encontrará os campos ‘registro de reclamação’ e ‘denúncia’.

Na plataforma, é possível relatar a situação e inserir a documentação pessoal e arquivos digitalizados que comprovem o fato ou que possam auxiliar os técnicos do órgão na análise do caso, como comprovante de residência, RG, contratos, registro fotográfico e de conversas em aplicativos de mensagens, números de protocolo e outros.